0715_logo_descolabs-04.png

+55 14 3012-0075 

Qual rede social usar para atrair clientes em 2018?


Facebook ainda é uma boa rede social? É melhor fazer vídeos para o YouTube ou apostar no Stories? O Instagram é muito popular, será que é o melhor canal para expor a marca? O WhatsApp Business é melhor do que o aplicativo normal?


Dúvidas sobre como atrair clientes nas redes sociais têm se tornado cada vez mais comuns devido ao grande número de mudanças pelas quais cada canal tem passado.


Praticamente toda semana há o anúncio de uma nova função, ou teste, que promete mudar a forma de usar a ferramenta para impactar a audiência.


Não é fácil manter-se atualizado em meio a tantas (r)evoluções. Montar uma estratégia é mais difícil ainda, afinal o mundo digital muda muito rápido e o que era uma boa ideia no ano passado pode não funcionar tão bem em 2018.

Não duvide do poder das redes

Essa eterna transformação não é motivo para desistir ou acreditar que as redes sociais perderam a importância. Com o uso cada vez maior dos smartphones, o acesso às redes é mais fácil e comum. Não é exagero dizer que muitas pessoas ficam conectadas durante todo o período no qual estão acordadas.


O número de gente que está nas redes sociais diariamente é muito maior do que o que passa na frente da sua empresa, que percebe os outdoors nas ruas, ou que abre o jornal diário e vê um anúncio.


Além disso, é preciso ficar de olho na concorrência. De acordo com a pesquisa Social Media Trends 2018 realizada pela Rock Content, 94,4% das empresas brasileiras atuam nas redes sociais. Ou seja, é preciso estar sempre por dentro das novidades para não ficar para trás.


Confira a seguir o que cada rede social oferece para você atrair clientes e descubra qual pode ser a melhor para o seu negócio.


Facebook

Ele ainda é a rede mais importante! O Brasil possui 130 milhões de usuários da rede social criada por Mark Zuckerberg. Isso significa mais da metade da população do país. Por isso, por mais mudanças que o Facebook venha a apresentar, ele ainda é uma rica fonte de captação de clientes e exposição da sua empresa.

Não importa qual seja o seu ramo de negócios, com o volume de gente conectada o dia todo, é muito mais fácil que sua marca seja vista no Facebook do que fora dele.


No mês passado, foi anunciada uma mudança no feed de notícias do Facebook, que deve privilegiar mais conteúdos pessoais do que informações de empresas e veículos de comunicação.


Isso quer dizer que as fanpages estão perdendo visibilidade. Para continuarem sendo vistas vão precisar melhorar seu conteúdo e sua interação com seus seguidores, caso contrário vão viver apenas de anúncios pagos (o Facebook não vai achar ruim se você optar por isso).


Resumindo, não basta criar uma página e publicar qualquer coisa. Isso não é estar presente na rede social. Você deve investir em:


  • Conteúdo que gere interesse, aquele que as pessoas gostam de comentar e compartilhar. Esqueça a ideia de falar sobre o seu produto ou serviço a cada postagem;

  • Muitos vídeos, principalmente as lives que, segundo o próprio Facebook, geram mais engajamento;

  • Grupos com temas comuns ao seu negócio que possam gerar envolvimento entre os membros;

  • Chatbots que fazem o atendimento automático e não deixam nenhum cliente sem resposta quando não há um funcionário presente para atendê-lo.

Instagram

A rede para quem tem algo a mostrar

Com 57 milhões de usuários no Brasil, segundo o portal Statista, o Instagram foi a rede social que mais cresceu no país em 2017. Também é a segunda mais usada pelas empresas, de acordo com a Social Trends.


Esta força vem principalmente da sua função Stories, que permite vídeos curtos que somem depois de 24 horas. Ela se tornou tão popular no último ano que interrompeu o avanço do Snapchat, deixando-o apenas como uma rede para adolescentes.


O Instagram é visual. Por isso, se o seu negócio permitir a criação de fotos e vídeos, mais do que nunca é aqui que você deve estar. Com criatividade, mesmo negócios que, aparentemente, não geram boas imagens podem se dar bem.


Por ser uma rede de engajamento fácil, o Instagram possibilita contato direto com o público, então não basta postar. É preciso acompanhar a interação, conversar, ou seja, aproveitar para cultivar uma relação com esse cliente em potencial. O que fazer:


  • Poste conteúdo que informe seu público e não apenas o seu produto. Não esqueça as hashtags, elas são fundamentais no Instagram, mas você só deve usar aquelas que estão relacionadas ao seu post;

  • Capriche na qualidade das imagens. Hoje em dia fazer uma boa foto não requer câmeras cara e nem produção de estúdio (claro que se você puder ter isso, use a seu favor);

  • Use e abuse do Stories. Faça vídeos sobre seu produto, sobre bastidores da empresa, anuncie, faça enquetes. Aproveite enquanto essa função ainda é popular!


WhatsApp

Business ou não, ele coloca sua empresa em contato direto com o cliente

Embora muitos não vejam o WhatsApp como uma rede social tradicional, o aplicativo permite que você se conecte com o seu público com a mesma eficiência. Então, nada de preconceitos. Se você vende algo, precisa abrir este canal!


A últimas novidades do app foram a possibilidade de assistir vídeos do YouTube direto na conversa (o que faz com que o usuário não saia do aplicativo) e o lançamento da versão empresarial.


O WhatsApp Business foi criado para pequenas e médias empresas fazerem de modo profissional o que já vinham fazendo: falando e até vendendo através do aplicativo.


Como ainda é recente, muitos usuários reclamaram que a versão não possui grandes vantagens, mas essa impressão deve passar logo. O Business vai ganhar funcionalidades específicas em breve e algumas serão pagas.


O fato é que, em pouco tempo, assim como aconteceu com o Instagram, o público vai naturalmente perceber quem é empresa ou não, através do perfil, ou seja, quem não estiver na versão empresarial vai parecer amador e ter menos credibilidade.


O WhatsApp Business, por enquanto, só funciona no sistema Android. Ele também precisa de uma linha própria para funcionar, então, se você já usa o seu número com o aplicativo normal, vai precisar de outro chip ou cadastrar o número de um telefone fixo.


Para atuar no WhatsApp você deve:


  • Manter uma lista de contatos atualizada e, principalmente, formada por clientes que se interessam pelo se conteúdo. Sempre pergunte antes de enviar algo pela primeira vez se a pessoa deseja receber sua mensagem;

  • Organizar os clientes por preferência para não enviar conteúdo igual para todos. Escolha publicar em listas de transmissão, onde as mensagens chegam como se fossem personalizadas e não em grupos;

  • Estar sempre pronto para responder dúvidas e se relacionar. O WhatsApp é uma ótima ferramenta para atender o cliente.


YouTube

Vídeos são os conteúdos que mais atraem e este é o seu principal canal

Não há como contestar o poder do YouTube. Nos últimos 2 anos ele cresceu 54% e ganhou 35 milhões de usuários no Brasil.


De acordo com o relatório YouTube Insights, divulgado em 2017 pelo Google, 98 milhões de brasileiros estão conectados à plataforma e 95% da população do país a acessa pelo menos uma vez por mês.


Quer outro dado impressionante? Uma pesquisa recente da We Are Social e da Hootsuite mostra que o Youtube ultrapassou o Facebook em número de acessos no Brasil!


Se você ainda não faz vídeos para este canal, precisa começar! Ao contrário das lives ou dos vídeos curtinhos do Stories, no YouTube é possível ser mais denso, falar um pouco mais e investir na produção. Ele funciona como um depósito visual das suas produções. O seu canal.


Para ter sucesso no YouTube você precisa:


  • Criar vídeos informativos, que agreguem conteúdo para o seu cliente. Ninguém quer ver propaganda. Ao contrário, as pessoas estão ali para fugir da publicidade, até mesmo daqueles pequenos comerciais de 5 segundos;

  • Manter a regularidade nas postagens para fidelizar o seu público. Por falar em público, é muito bom saber para quem você está falando antes de começar a fazer vídeos. É preciso conhecer sua audiência para querer agradá-la;

  • Promover seu conteúdo. Divulgue em outras redes sociais, insira seus vídeos em posts se tiver um blog e faça parcerias. As pessoas precisam saber que você existe!

  • Ter paciência. O YouTube é concorrido e ninguém faz sucesso da noite para o dia. Manter a consistência é a melhor forma, não só de atrair clientes, mas de ter qualquer resultado.


LinkedIn e Twitter

Redes específicas que podem ser importantes dependendo da sua atuação

O LinkedIn é uma rede profissional utilizada por 29 milhões de brasileiros em 2017, segundo a empresa. Não é lugar para conteúdo pessoal, piadinhas, nem para atrair clientes através de anúncios.


Toda organização deve ter uma página – a chamada Company page – na rede e alimentá-la com informações do seu negócio usando abordagens informativas. Quem tem algum produto de destaque pode criar também uma Showcase page, um lugar próprio para apresentação e promoção.


A presença no LinkedIn é importante porque oferece chances de vínculos com outras empresas e pessoas importantes do mercado. Para isso você precisa:


  • Manter uma página completa sempre atualizada e com postagens regulares;

  • Participar de grupos que discutam temas relacionados ao seu negócio;

  • Divulgar seu trabalho, suas conquistas e, sobretudo, manter a interação com as pessoas.


O Twitter tem perdido espaço na preferência dos brasileiros, mas continua sendo uma rede social importante principalmente para quem deseja manter um canal sempre aberto com o cliente.


Não são raros os casos de empresas que ganharam (e outras que perderam) muitos fãs pela maneira como se comunicaram via Twitter. Então se você está presente nesta rede, toda atenção é pouca. Ela exige postagens constantes e, há alguns meses, aumentou o tamanho do seu espaço para 280 caracteres, o que ajudou bastante.


Se for atuar no Twitter, você deve:


  • Ter um perfil fiel à sua marca, que publique e se posicione de forma coerente. É importante que a pessoa que esteja postando não confunda sua visão pessoal com a visão da empresa;

  • Manter a regularidade nas postagens, com o uso de hashtags que sejam relativas ao seu negócio ou a eventos que estejam acontecendo;

  • Fazer o atendimento do cliente de forma direta: informando, tirando dúvidas e resolvendo problemas.


Pronto para atrair clientes?

É muita informação, não é? Mas o melhor é saber que as redes estão mais fortes que nunca e são fundamentais para sua empresa consolidar a presença no mundo digital.


Pense que as redes sociais são como vitrines, ou até balcões de lojas. Nelas sua empresa está exposta e aberta ao contato com o público. É importante estar presente e interagir. Atrair clientes para o seu negócio é fundamental, mas conquistar fãs que admirem seu trabalho e o divulguem naturalmente também é.


Se você acha que este artigo pode ser útil para alguém, compartilhe! Continue acompanhando nosso blog e nossas redes sociais. Todos os dias trazemos novidades que podem ser importantes para os seus negócios online.


Guest post por Gustavo Cândido

Conten | Conteúdo e Comunicação Digital


  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

DESCO /BR

Rua Luso Brasileira, 4-44

Jardim Estoril, Sala 605 e 602

17016-230 - Bauru - SP

(14) 3012-0075 | (14) 99615-4806

DESCO /PT

R. Febo Moniz, 27

Lisboa – Portugal

+351 910 364 352