0715_logo_descolabs-04.png

+55 14 3012-0075 

Quais mídias escolher para a estratégia online da sua empresa?


Não é porque existem diversas mídias disponíveis no mundo online que o seu planejamento estratégico de marketing deve abranger todas elas. Dependendo do ramo de atuação, do seu nicho, da sua localização e do seu objetivo, determinadas mídias vão te proporcionar uma melhor experiência digital.

O fato é que você precisa incorporar as mídias certas para ter maior visibilidade online, conseguir uma presença digital consistente, garantir melhor comunicação com os seus clientes e converter muito mais do que sua empresa está acostumada.

Os 3 conceitos de estratégias de mídias são owned media, earned media e paid media. Veja abaixo detalhes sobre cada uma delas para determinar quais mídias escolher para o seu planejamento estratégico de marketing!

Owned media

São as mídias próprias. Em outras palavras, aquelas que a empresa opera diretamente e sobre as quais têm total controle e propriedade. Nessa estratégia, são produzidos todos os conteúdos online que serão oferecidos para o seu cliente como forma de facilitar a experiência dele com o seu negócio.

Essa mídia é a base de todas as outras, portanto, precisa ser elaborada com muita atenção e cuidado, levando sempre em consideração as preferências do seu público-alvo.

São exemplos de owned media:

• blogs; • sites; • e-mails; • perfis nas redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn); • e materiais disponibilizados ao cliente para download.

É nessa mídia que vai constar toda a sua ação de marketing de conteúdo. Por isso, produza material rico e que seja a melhor opção para quem buscar sobre o tema na internet. Além disso, gere valor para o seu cliente, oferecendo informação gratuita e que seja relevante de alguma forma para ele.

Para que você consiga utilizar essas mídias corretamente, listamos algumas boas práticas. Confira!

Blog

Costumeiramente, os blogs não efetuam vendas imediatas, mas auxiliam as empresas a ganharem mais autoridade em seu ramo específico. Nessa plataforma, é possível escrever um material completo e rico que vai auxiliar o seu cliente no processo da compra quando ele ainda não souber que quer comprar o que você oferece. Se o conteúdo que sua empresa produzir e divulgar no blog for realmente valioso, pode apostar que os seus clientes vão lembrar de você assim que precisarem.

Site

As páginas da web devem ter uma identidade visual arrojada e um funcionamento simples. As informações mais importantes devem sempre estar bem visíveis ao visitante, de forma que ele não fique procurando algo que poderia ser muito simples. Tenha no seu site conteúdos de relevância e que resolvam a dúvida do seu cliente, para você ser a primeira opção sempre que ele quiser saber algo sobre o tema que sua empresa aborda.

Instagram

Essa mídia está em constante ascensão e merece uma atenção especial. O Instagram é uma plataforma muito visual, onde os usuários publicam imagens e vídeos com estética mais trabalhada.

Os índices de engajamento com o público são bem satisfatórios e boa parte disso acontece pelo uso adequado das hashtags, que unem publicações com o mesmo teor. A rede utiliza poucos textos, portanto, aposte na utilização de belas imagens dos seus produtos e serviços para chamar a atenção do seu consumidor. A estética é fundamental.

Facebook

O Facebook é a rede social mais popular do mundo e serve para aumentar a interação entre empresa e consumidor. É muito importante abordar nessa mídia assuntos que gerem engajamento com o público, temas pertinentes ao gosto deles, mas que não vão na contramão do que a sua empresa prega.

Vale ressaltar que esse canal permite uma linguagem mais informal e mais próxima ao público. Para chamar a atenção dele, você pode utilizar imagens, gifs e vídeos na sua estratégia, mas também leve em consideração o perfil de quem você quer atingir.

LinkedIn

O LinkedIn é utilizado, geralmente, por pessoas que querem tratar de assuntos corporativos. Na plataforma, é necessária a utilização de um comportamento mais formal e institucional. É ideal para geração de novos negócios, contratação de funcionários, divulgação do trabalho realizado no seu ramo de excelência e para prospectar novos clientes.

Aproveite desse meio para divulgar notícias sobre a sua empresa, as novidades do seu mercado e até os benefícios do seu trabalho. Os assuntos não devem ser tão efêmeros, quanto em outras plataformas.

Twitter

O Twitter é um microblog com postagens rápidas e curtas. Inclusive, diferente do que muitas pessoas pensam, não é uma rede que perdeu usuários. Como os assuntos atuais são bastante abordados na plataforma, quem procura se inteirar sobre o que está acontecendo ou sobre um tema específico encontra no Twitter uma boa ferramenta.

As postagens só permitem 280 caracteres por vez e, como o espaço é pequeno, a sua empresa pode fazer uso dos tweets para levar o cliente até outra página dentro da web, onde ele vai conseguir ter acesso à informação completa, sem cortes.

Earned media

São as mídias conquistadas e ganhas, ou seja, aquelas nas quais a empresa não precisa investir porque foram geradas espontaneamente pelo público. Esse tipo de mídia é a mais buscada pelas empresas, por conta do retorno obtido. Porém, para conquistá-las, você não dependerá somente do trabalho da sua equipe de marketing, também deverá contar com o feedback dos seus clientes.

Pode-se citar como exemplos de earned media:

• posts virais em redes sociais; • as menções feitas por celebridades e influenciadores digitais; • e matérias e entrevistas em veículos especializados do seu ramo.

Como as mídias ganhas também dependem do seu cliente, o que você pode fazer para estimular essa conquista é desenvolver com excelência o seu objetivo de trabalho. Isso vai garantir visibilidade online e vai fazer com que o seu público fique mais propenso a realizar propaganda gratuita sobre a sua empresa, sem nem ao menos perceber.

São os chamados fãs das marcas, que falam sobre as empresas e produtos de que gostam em todos os lugares, para os amigos, familiares e conhecidos. A propaganda boca a boca ainda é uma forte aliada dos negócios bem-sucedidos.

Paid media

Por fim, as mídias pagas são aquelas em que você precisa fazer investimentos para que seus anúncios sejam veiculados e cheguem aos seus clientes. Como exemplos de paid media, pode-se citar:

• Facebook Ads; • anúncios no YouTube; • Instagram Ads; • Google Adwords; • Twitter Ads; • e cachês pagos aos influenciadores digitais do seu nicho.

Para utilizar essa estratégia no seu plano online, é essencial que a sua empresa já produza conteúdo de qualidade e tenha muito bem delimitado o planejamento estratégico de marketing. Afinal, o alcance com as mídias pagas é muito maior do que o orgânico e, ao atingir um grande número de pessoas, você vai querer mostrar todo o profissionalismo que a sua empresa é capaz de ter, correto?

Vale ressaltar que os três tipos de mídia têm grande vínculo, já que:

• a mídia própria gera autoridade para a sua empresa obter a mídia conquistada; • a mídia paga impulsiona o tráfego para a mídia própria; • e a mídia conquistada reduz o investimento realizado na mídia paga.

Após passar por todos esses tópicos e ver que estratégia de marketing digital não é só criar perfis em cada uma das redes sociais disponíveis no mundo, reflita sobre o que a sua empresa está fazendo atualmente para ter mais lucro no ambiente online. Você está sabendo quais mídias escolher no seu planejamento estratégico de marketing digital?

Se você tiver dúvidas sobre as suas escolhas ou quiser traçar um plano de ação de performance, entre em contato com a gente.

  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

DESCO /BR

Rua Luso Brasileira, 4-44

Jardim Estoril, Sala 605 e 602

17016-230 - Bauru - SP

(14) 3012-0075 | (14) 99615-4806

DESCO /PT

R. Febo Moniz, 27

Lisboa – Portugal

+351 910 364 352