0715_logo_descolabs-04.png

+55 14 3012-0075 

Por que você deve pensar na experiência do usuário?


Explor@dor, você já ouviu falar em experiência do usuário?

Esse assunto nunca esteve tão em alta como hoje e saiba que existem razões consistentes para isso. Já é fato que o consumidor passa cada vez mais tempo conectado e é natural que ele busque plataformas simples, rápidas e agradáveis para interagir em meio ao seu dia a dia corrido, sendo assim, as marcas não podem esquecer de oferecer uma experiência completa aos seus usuários, caso contrário, a probabilidade de perder vendas e acessos pode aumentar drasticamente, afinal, ninguém quer acessar um site para ver um produto/conteúdo sendo que ele demora para carregar as informações.

Dessa forma é de extrema importância saber o que está envolvido na experiência para você acertar em cheio.


Tendo isso em mente, a galera do Marketing de Conteúdo da Rock Content preparou algumas dicas de como colocar isso em prática e separei algumas para ter ajudar.

São elas:


1) Estética: pense no design

Sem dúvidas o design é um dos elementos mais importantes em um site pois passa credibilidade a quem o acessa.

“Uma interface atrativa já fortalece a confiança do usuário de que a navegação vai ser boa.”

Além do design ser bonito, ele deve ser útil. Pense em elementos e ícones de fácil reconhecimento para as pessoas se sentirem familiarizadas com a plataforma, além é claro da usabilidade, “que define com que facilidade e eficiência os usuários conseguem navegar pelo site ou app. Quanto melhor ela for, maior a probabilidade de a sua persona ficar satisfeita com a experiência.”


2) Entreviste seus usuários

Ao entrevistar os usuários da sua interface você tem uma nova perspectiva sobre quais elementos são necessários e quais são dispensáveis. É sempre importante manter esse ponto de visto “do lado de fora” de quem está montando a plataforma porque quem vai usá-la não é você, mas sim seu cliente.


Fonte: Shutterstock


3) Arquitetura de informação: seja simples e claro! Estruture bem em como as informações serão organizadas nas páginas procurando colocar as mais importantes em destaque.

Lembre-se de manter clareza e objetividade pois o uso de palavras e termos difíceis podem dificultar o entendimento das pessoas e elas podem desistir do seu site.


4) Faça testes antes dos conteúdos “irem ao ar”, focando tanto na experiência em dispositivos móveis quanto em desktop!

Ação primordial! E quando digo “ir ao ar”, é no sentido tanto de postar seu conteúdo quanto divulgá-lo nas mídias. Verifique todos os detalhes de acesso tanto em desktop quanto no mobile mas sempre focando primeiramente em dispositivos móveis, afinal, eles não são exceção, são a regra quando se trata de acesso à internet. Pense em responsividade acima de tudo.


“A experiência do usuário faz grande diferença nas decisões de compra e no relacionamento entre marcas e clientes, de forma geral. Por isso, não perca tempo achando que isso é assunto de pouca importância. Em um ambiente concorrido como a internet, quem tem uma presença digital forte se destaca bastante.”


Resumidamente: pensar na experiência do usuário é como se colocar no lugar do outro. Se faça a seguinte pergunta: “será que eu, dono da empresa “x”, gostaria de acessar meu site? Ele proporciona a experiência que eu desejaria ter?”.


Até a próxima,


Luisa! 🖖🏼

Fonte:

https://goo.gl/1KtkH3

  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

DESCO /BR

Rua Luso Brasileira, 4-44

Jardim Estoril, Sala 605 e 602

17016-230 - Bauru - SP

(14) 3012-0075 | (14) 99615-4806

DESCO /PT

R. Febo Moniz, 27

Lisboa – Portugal

+351 910 364 352